Skip to content

Álvaro Pires de Távora

Álvaro Pires de Távora (1554-1578) foi um fidalgo português, que esteve em Tânger (1573-75) e fez parte da embaixada enviada pelo rei D. Sebastião a Filipe II de Espanha.

Na Batalha de Álcacer-Quibir foi nomeado lugar-tenente de D. Sebastião junto do capitão do Terço dos Aventureiros. Ferido numa perna, acabou por ser preso por Mulei Ahmede e veio a sucumbir aos ferimentos recebidos.

Cristóvão de Távora

Cristóvão de Távora (1548-1578) foi um nobre valido do rei D. Sebastião, nascido em Lisboa. Combateu em Tânger, em 1564, e ganhou e aproveitou as simpatias de D. Sebastião para minar a autoridade prudente e moderadora dos irmãos Câmara.

O rei nomeou-o conselheiro de Estado, camareiro e estribeiro-mor e comandante dos Aventureiros em Alcácer Quibir. Combateu ao lado do monarca, morrendo na batalha.

Tales de Mileto

Tales de Mileto é o mais célebre e o mais antigo dos Sete Sábios da Grécia. Chamaram-lhe o fundador das Matemáticas em virtude de algumas proposições suas sobre geometria. De facto, inaugurou a Filosofia da natureza da Escola de Mileto com a sua teoria de que a água era o princípio de todas as coisas.

Também se distinguiu no plano político, advertindo os Gregos de que se deviam unir num só Estado para resistirem aos Persas. A sua celebridade, na época, ficou-se a dever ao facto de ter feito a exata predição de um eclipse do Sol para 28 de maio de 585 a.C., de acordo com o atual calendário.

Tales demonstrou também o seu grande talento no campo das transações comerciais. Não deixou nada escrito e o seu pensamento chegou até nós através de Aristóteles e dos doxógrafos. Faleceu por volta de 546 a.C.

Robert Surcouf

Robert Surcouf (1773-1827) foi um corsário francês, nascido em Saint-Malo. Explorou Madagáscar e dificultou a navegação inglesa nos mares da Índia, além de dedicar-se ao tráfego negreiro. O Império elevou-o ao baronato e com a sua fortuna chegou a ser um dos mais poderosos armadores de França.

Cortes de Tomar

As Cortes de Tomar foram convocadas por Filipe II de Espanha, em 1581. Todas as cidades, vilas e respectivos domínios de Portugal, com exceção dos Açores, prestaram juramento de fidelidade ao monarca espanhol como senhor da coroa de Portugal. Os direitos e liberdades para os portugueses, embora prometidos por Filipe II nas Cortes de Almeirim (1580), não foram integralmente cumpridos.

Imperador Tibério

Tibério Cláudio Nero César (42 a.C.-37 d.C.) foi um imperador romano, filho de Lívia Drusila, adotado pelo padrasto, o imperador Augusto, em 38 a.C.

Guerreou com êxito contra os Panónios. Encarregado com Augusto de dirigir uma campanha na Germânia, foi chamado, depois do desastre de Varo, para reorganizar as defesas e restaurar o prestígio de Roma.

Após a morte de Augusto (14 d.C.), ocupou o trono do Império. Durante os últimos anos do seu reinado teve lugar o julgamento e a execução de Jesus de Nazaré. Em 26 abandonou Roma pela Campânia e no ano seguinte fixou residência na Ilha de Capri, onde morreu.

O seu reinado ficou manchado por uma série de conspirações e assassínios consentidos ou mesmo instigados por ele, para o seu próprio engrandecimento. Mas, em geral, foi benéfico para Roma e o seu Império. Melhorou os serviços públicos, manteve a disciplina do exército e administrou com habilidade as finanças.

Tomás de Torquemada

Tomás de Torquemada (1420-1498) foi um eclesiástico espanhol. Ingressou na Ordem Dominicana. Nomeado inquisidor-geral da Coroa de Aragão e Castela, redigiu as normas processuais da Inquisição e, durante muitos anos, empregou um tal zelo no desempenho das suas funções que teve de ser refreado pela autoridade pontifícia. Empenhou-se na expulsão de Mouros e Judeus de Espanha.

Dom Tello

Dom Tello (1336-1370) foi um infante de Castela, filho natural de Afonso XI. Perseguido por seu meio-irmão Pedro, o Cruel, refugiou-se na corte do rei de Aragão. Casou com Juana de Lara, herdeira do Senhorio de Biscaia, onde fundou a vila de Guernica (1366).

Tebas: a antiga capital do Egito

Tebas foi uma importante cidade do Alto Egito, situada nas duas margens do rio Nilo, capital do país desde aproximadamente 2050 a.C. até à sua destruição (661 a.C.) pelos Assírios, da qual nunca recuperou. Alcançou o seu máximo esplendor sob os reinados dos reis tebanos das dinastias XVIII e XIX.

No seu interior e nos arredores encontra-se o maior conjunto de monumentos arqueológicos de todo o Egito, entre os quais os templos de Luxor e Karnak, na margem oriental, os templos de Medinet Habu e Deir el-Bahri, na ocidental, e numerosos túmulos reais, como o de Tutankámon.

Teatro Experimental do Porto

O Teatro Experimental do Porto foi fundado em 1953 por António Pedro, cuja obra desenvolvida com esta companhia de teatro, quer como autor, encenador, cenógrafo e pedagogo, se revelou das mais marcantes para a renovação da cena portuguesa, assim como na formação das gerações seguintes.