Skip to content

Convento de Chelas

Segundo a tradição, a origem do Convento de Chelas remonta ao século VII, assinalando-se o ano de 665 como o da chegada das relíquias de São Félix e dos seus companheiros martirizados. Logo após a reconquista de Lisboa, em 1147, o mosteiro terá sido reedificado, ali se estabelecendo monjas vindas de Santa Cruz de Coimbra. Ampliado no reinado de D. Manuel I, viria a sofrer grandes danos com o terramoto de 1755, sendo novamente remodelado.

Os poucos vestígios que restam do edifício primitivo encontram-se no Museu do Carmo. Grande parte das paredes estão revestidas por azulejos, sendo de destacar os de ponta de diamante e os do claustro, muitos já cópias dos originais. Alberga atualmente o Arquivo Geral do Exército e o Arquivo Histórico Militar. Está classificado, desde 1910, como monumento nacional.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options