Skip to content

Aqueduto das Águas Livres

A freguesia de Campolide é atravessada por um dos mais emblemáticos monumentos de Lisboa, o Aqueduto das Águas Livres. Em 1728, foi proposta a construção de um aqueduto e em 1731 D. João V fez publicar o alvará da construção, depois de serem criados impostos para o financiamento da obra. Em 1745 foi construída a arcaria sobre Alcântara e três anos mais tarde a água chegava a Lisboa.

Para a sua comemoração foi edificado o Arco das Amoreiras. A obra continuou com a construção de outros aquedutos e, finalmente, em 1834, foi colocada a cobertura da Mãe de Água. Já no século XX, o aqueduto foi desativado, mas, em 1986, o passeio foi aberto ao público. O aqueduto foi classificado monumento nacional em 1910.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options