Skip to content

Forte de São Julião da Barra

Em 1533, D. João III mandou edificar o Forte de São Julião da Barra, cujas obras, sob o risco do famoso arquiteto Miguel de Arruda, duraram quase um século.

A planta da fortaleza é quase pentagonal. Da praia da Torre à de Carcavelos, um profundo e largo fosso isola o forte e um outro fosso, menor, protege o revelim. Poderosos baluartes, altas cortinas de muralha e grandes esplanadas de baterias completam a defesa.

Em Oeiras encontram-se também o Forte de Catalazete, datado do século XVIII e que alberga hoje a Pousada da Juventude, e o Forte de Santo Amaro, ou do Areeiro, construído no século XVII.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options