Skip to content

Urussoff: o homem que comprou o Mar Negro

Na família do príncipe Urussoff, um nobre russo, existia uma superstição inicialmente muito dispendiosa, mas que no final de tornou bastante lucrativa.

Quando o príncipe se encontrava com a mulher em lua-de-mel, no mar Negro, o anel de noivado caiu do anelar da princesa e desapareceu nas ondas. O príncipe, lembrando-se da crença familiar de que a perda de um anel de noivado acarretaria a perda da própria noiva, fez a única coisa que se lhe afigurou possível: comprou as duas margens do mar Negro, a centenas de proprietários, por mais de 40 milhões de dólares. Raciocinou que, possuindo ambas as margens, seria dono de todo o mar e do que se encontrasse no fundo do mesmo.

Quando o príncipe morreu, os seus herdeiros, que já não necessitavam de possuir o anel, venderam o mar Negro por 80 milhões de dólares.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options