Skip to content

O túmulo de Gengis Khan

Quando Gengis Khan (1162-1227) morreu, vários dos seus seguidores mais fiéis decidiram cumprir a última vontade do líder: que enterrassem o seu corpo num local tão secreto que ninguém o pudesse encontrar. De acordo com a lenda, os seus homens de confiança mataram quem se cruzasse com o cortejo funerário pelo caminho; depois de enterrado, fizeram centenas de cavalos passar sobre o túmulo, para não restar qualquer vestígio que permitisse localizá-lo.

Desde então, passaram quase 800 anos sem que alguém conseguisse encontrá-lo. O último a tentar foi o arqueólogo Albert Lin, da Universidade da Califórnia em San Diego, que selecionou 55 lugares, situados numa faixa de terreno a cerca de 200 km de Ulan-Bator, a capital da Mongólia, para serem fotografados por satélite a partir do espaço. Todavia, o plano não proporcionou qualquer resultado.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options