Skip to content

Batalha de Adrianópolis

Corria o verão de 378. O imperador romano do Oriente, Valente (328-378), instalou um acampamento militar junto dos muros de Adrianópolis, cidade da histórica região da Trácia onde, dois anos antes, se tinham instalado 200 mil visigodos com autorização do próprio monarca. Porém, a situação tinha mudado: os visigodos estabelecidos em solo imperial tinham-se rebelado; o confronto adivinhava-se iminente.

Assim foi: um combate curto, porém brutal, devido ao caos que se instalou nas fileiras romanas, uma carnificina em que Valente também perdeu a vida. Aparentemente, o imperador, ferido no campo de batalha, refugiou-se numa casa que foi incendiada pelos seus perseguidores.

Com as fronteiras atuais, a Trácia corresponderia à Bulgária, à parte norte da Grécia e à franja continental europeia turca, território onde se localiza Adrianópolis, hoje conhecida como Edirne.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options