Skip to content

Mar Morto: o ponto mais baixo da Terra

«Um suicida que se quisesse afogar – escreveu M. Y. Bengavriêl – não poderia concretizar tal intenção no Mar Morto, pois que as suas águas, compostas de cloreto de magnésio, cloreto de cálcio e cloreto de sódio, não deixariam que o corpo se afundasse. O sal não se dissolve nesta água, onde não há nenhum peixe e onde nenhum molusco pode viver.»

De acordo com o relato da Bíblia, as cidades de Sodoma e Gomorra desapareceram em tempos nas ondas do «mar salgado», sob uma chuva terrificante. Os anjos só avisaram do perigo iminente dois habitantes de Sodoma: Lot, filho de Aarão e sobrinho de Abraão, e sua mulher. A ambos foi concedido fugir a tempo, com a condição de não se voltarem para trás durante a fuga. A mulher de Lot não conseguiu resistir à tentação e ficou transformada numa estátua de sal.

Os Árabes conhecem esta história pela sua escritura sagrada, o Corão. Eles chamam ao Mar Morto o «Bahr Lut», mar de Lot.

Na realidade, o Mar Morto não é um mar, mas sim um lago. A sua superfície de 980 km² está 392 metros abaixo do nível do mar sendo, portanto, a mais funda depressão do mundo. O seu único afluente de importância é o Jordão, cujo receptáculo de desembocadura é o Mar Morto. Nunca esteve em contato com o mar aberto. A depressão, que no fundo do lago mede 793 metros de profundidade, formou-se provavelmente entre os períodos terciário e quaternário, enchendo-se de água durante as épocas glaciares.

Atualmente o Mar Morto, em cujas margens se têm construído modernos hotéis, é um centro de atração do turismo internacional e, ao mesmo tempo, uma fonte de matéria prima da máxima importância, pois as fábricas ali instaladas aproveitam o elevado conteúdo de sal da água. Por outro lado, o lugar histórico ganhou uma nova importância, quando se encontraram entre as ruínas de Cumran os famosos manuscritos do Mar Morto, textos do Antigo Testamento e escritos da comunidade esénia de Cumran.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options