Skip to content

Farol de Alexandria

O Farol de Alexandria, construído por volta dos anos 300/280 a.C., pelo arquiteto grego Sostrato de Cnido, numa península que ficava em frente da cidade egípcia, era considerado uma das maiores produções da técnica da antiguidade. Sobre uma base quadrada, erguia-se uma esbelta torre octogonal de cerca de 100 metros de altura. Sobre a plataforma superior ardia durante a noite um fogo alimentado por lenha e resina. O custo desta edificação deveria ter ascendido a uma importância superior a 28 milhões de escudos ou, segundo outros dados, ao triplo dessa importância.

Diz a lenda que Sostrato procurou durante muito tempo, um material para os alicerces que resistisse à água do mar e que acabou por construir a torre sobre blocos de vidro gigantescos. Em 1375 um terramoto destruiu os restos da torre. Deram-lhe o nome de Pharos, a partir do nome da península em que se achava situado. O nome ficou, mas foi em vão que se procuraram as suas ruínas.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options