Skip to content

Quem é o Homem da Lua

Ao longo dos tempos, as crianças do mundo ocidental interpretaram as manchas visíveis na superfície da Lua como sendo o rosto de um homem, a que chamaram ingenuamente o Homem da Lua.

Um conto alemão identifica esta personagem com um velho que ofendeu Deus por cortar lenha a um domingo, dia santificado, e foi condenado a prisão perpétua na Lua. Segundo outra versão, é um ladrão de couves, roubadas na noite de Natal, que todos os anos se volta e mostra ao mundo o seu molho de couves.

Uma história puritana afirma que o homem sofre o castigo em que incorreu por ter revestido de sarças e espinhos o caminho para a igreja, com intenção de o bloquear.

Um dos numerosos castigos que a tradição infligiu a Judas Iscariotes foi o de ficar preso na Lua.

Para os Masai, do Quénia, as manchas da Lua representam um rosto de mulher de lábios inchados e desprovido de um olho, lesões sofridas em consequência de uma discussão com o marido, o Sol.

As interpretações chinesas são menos violentas. Identificam o Homem da Lua com um sapo, um coelho comendo arroz ou um ancião que liga, com um cordão de seda, casais de marido e mulher.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options