Skip to content

O tanque Rato: vítima da sua corpulência

O mais pesado tanque jamais construído, com quase 6 metros de altura e uma blindagem frontal de 30 centímetros de espessura, pesava 180 toneladas. Tendo por nome de código o Rato, apareceu pela primeira vez em 1944, depois da derrota sofrida pelas divisões de tanques do Exército Alemão na frente russa.

Ante a possibilidade de competir com o considerável número de tanques russos que se opunham às suas forças, e que a enorme produção das fábricas soviéticas aumentava diariamente, Hitler ordenou ao Dr. Porsche – que projetara o pequeno Volkswagen – que criasse um couraçado terrestre, um tanque cuja proteção blindada maciça o tornasse invulnerável e que causasse um impacto maior do que qualquer tanque inimigo.

A fim de satisfazer estes objetivos, o Rato estava equipado com um motor Diesel de 1500 cv, accionando um gerador elétrico que fornecia energia a dois motores montados nos cubos das gigantescas lagartas do monstro.

Com a escotilha fechada, o Rato era totalmente à prova de água. Podia atravessar um rio de 12 metros de profundidade com o motor Diesel desligado, sendo os seus motores elétricos alimentados por um cabo ligado a outro tanque na margem. Uma vez atravessado o rio, invertiam-se os papéis, a fim de que o segundo tanque pudesse também efetuar a travessia.

Este engenho foi, porém, vítima do seu tamanho e peso. A sua velocidade máxima era apenas de 19 km/h. e quando percorria as estradas, durante as experiências, a vibração que provocava fez fender fundações, esmagou pavimentos e quebrou vidros de janelas em todas as cidades e vilas que atravessou.

Embora cada um dos seus rastos tivesse 90 centímetros de largura, a pressão exercida sobre eles era tal que o tanque se afundava em qualquer solo de consistência menos firme que terra bem seca. Devido a estes condicionalismos, o projeto foi, finalmente, abandonado.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options