Skip to content

James Boyle e o chapéu autoelevável

O hábito vitoriano segundo o qual um cavalheiro devia descobrir-se perante uma senhora apresentava inconvenientes e gerava situações incómodas. Um homem carregado de embrulhos, por exemplo, tinha de começar por os pousar antes de retirar o chapéu.

Em 1896, porém, James Boyle, do estado de Washington, inventou um chapéu autoelevável. O seu portador limitava-se a inclinar a cabeça, acionando, ao fazê-lo, um mecanismo de relógio colocado na copa, que erguia o chapéu. Boyle previu também que o dispositivo podia ser utilizado em publicidade, pois a novidade do movimento do chapéu atrairia a atenção para qualquer elemento publicitário que aquele ostentasse.

Em 1912 o Registo de Patentes do Canadá recebeu a inscrição de outro invento de um chapéu que se erguia por si próprio, acionado hidraulicamente, mas que obrigava o seu utente a utilizar as mãos, a fim de comprimir uma ampola de borracha que comandava o mecanismo.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options