Skip to content

O plano de apostas de Horatio Bottomley

O sonho de todos os apostadores é conhecer antecipadamente o resultado de uma corrida de cavalos. O político Horatio Bottomley, proprietário de uma coudelaria, descobriu, pouco tempo antes da I Guerra Mundial, um sistema audacioso que lhe permitia tornar o seu sonho realidade. O plano era simples: não só apostaria em todos os cavalos numa determinada corrida como seria o dono de todos os animais e faria com que estes atingissem a meta pela ordem desejada.

Bottomley escolheu a Bélgica para perpetrar o seu golpe, porque as leis que regulamentavam as corridas não eram nesse país tão estritas como na Grã-Bretanha. Contratou seis jóqueis ingleses para montar os seus cavalos em Blankenberg, uma cidade à beira-mar onde a pista serpenteava ao longo da praia e as dunas de areia por vezes ocultavam os cavalos.

Os jóqueis receberam instruções precisas – e os associados de Bottomley em Inglaterra fizeram apostas vultosas, considerando a ordem prevista para a chegada. A meio da corrida, porém, surgiu o inesperado: uma espessa neblina marítima invadiu a pista e os jóqueis perderam irremediavelmente contato entre si. Cortaram confusamente a linha de chegada – e o golpe de Bottomley custou-lhe uma fortuna.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options