Carlos Drummond de Andrade é homenageado com um Google Doodle

“E agora, José?”, perguntou o escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade em um poema popular de sua antologia de 1942, Poesias. O Google Doodle de hoje celebra um indivíduo que muitos consideram um dos maiores poetas da literatura brasileira moderna.

Nascido na cidade mineira de Itabira neste dia de 1902, Drummond compôs poemas que infringiam regras formais no verso e expressavam o estresse da vida moderna. Ele também trabalhou como crítico literário e jornalista, escrevendo pequenos ensaios de jornal semi-ficcionais, conhecidos como crônicas, sobre a vida de pessoas comuns, incluindo crianças e pobres.

Continuar a ler “Carlos Drummond de Andrade é homenageado com um Google Doodle”

Visconde de Asseca

Visconde de Asseca é um título criado em 1666 pelo príncipe regente D. Pedro, na pessoa de Martim Correia de Sá e Benevides Velasco, filho do governador do Rio de Janeiro e restaurador de Angola, Salvador Correia de Sá.

É atual visconde de Asseca o 11º do título, Salvador Correia de Sá e Benevides Velasco da Câmara, descendente, por sua mãe, da Casa de Palmela.

Antígono

Antígono (381-301 a.C.) foi um general de Alexandre Magno, chamado «o Ciclope» por ter perdido um olho numa batalha. Após a morte de Alexandre governou a Grande Frígia, Lícia e Panfília.

Durante vários anos fez frente à coligação de Seleuco I Nicator, Ptolomeu I, Cassandro e Lisímaco. Derrotou a frota egípcia de Ptolomeu e proclamou-se rei da Macedónia. Vencido por Lisímaco, morreu na Batalha de Ipso (Frígia).

História da utilização dos amuletos

Um amuleto é uma figura, medalha ou qualquer outro objeto portátil a que supersticiosamente se atribui virtude sobrenatural para afastar uma influência nociva ou um perigo.

Os amuletos caldeus e egípcios tinham inscritos letras ou sinais mágicos e, muitas vezes, formavam colares. Entre os gregos, este adorno protetor chamava-se phylacterion. As filactérias dos hebreus, tiras de pergaminho com fragmentos da Lei, foram utilizadas como símbolo de piedade entre os fariseus, mas também como proteção considerada infalível contra toda a espécie de males.

Continuar a ler “História da utilização dos amuletos”

Origem do apelido Ávila

Ávila é um apelido de raiz toponímica com origem na cidade do mesmo nome em Espanha e que Afonso VI de Leão e Castela mandou povoar por um fidalgo asturiano depois que o lugar caiu em seu poder.

No século XV alguns dos seus descendentes fixaram-se na Ilha Terceira, Açores; enquanto outro Ávila chegou a Portugal no séquito de D. Joana, a Excelente Senhora.