Skip to content

Faraó Tutmósis I

Tutmósis I (1525-1512 a.C.) anunciou por decreto a sua coroação ao vice-rei da Núbia, Tuere. No segundo ano do seu reinado, como reza a estela de Tumbos (terceira catarata), realizou uma campanha devastadora na Núbia, alcançando vales cuja existência os seus antecessores desconheciam e que os portadores da dupla coroa nunca tinham avistado, tendo certamente chegado à quarta catarata.

De regresso da Núbia restaurou o canal de Sesóstris III na primeira catarata. Esta expedição deixou a Núbia completamente arrasada pelas armas egípcias, sem qualquer possibilidade de oferecer resistência. As fortalezas da segunda catarata foram reforçadas e a de Buhen foi ampliada.

A expansão na Ásia não foi tão profunda como na Núbia, mas «Sua Majestade chegou a Naharina e apercebendo-se que o inimigo se preparava para a destruir, Sua Majestade provocou uma grande matança entre eles». Erigiu uma estela e no regresso caçou elefantes na região de Nii (cuja localização é controversa, mas que certamente se situava na Síria, perto da que viria a ser Apameia). O túmulo de Tutmósis I encontra-se em Tebas, em Biban el-Moluk.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options