Skip to content

Combate das Tabocas

Assim chamado por se ter registado no Monte das Tabocas, o mais alto da Serra de Comocim, Brasil. O nome refere-se à existência de canas chamadas, localmente, «tabocas».

Este recontro (1645) entre portugueses e holandeses sucedeu no rescaldo da pouca lisura com que os holandeses, que durante o período filipino se tinham estabelecido na região, cumpriam o armistício estabelecido entre as Províncias Unidas e Portugal, logo depois do triunfo da Restauração (1640).

Aproveitando a situação os holandeses expandiram a sua autoridade e domínio até ao Maranhão e Sergipe, enquanto o governo de Lisboa incitava à rebelião contra os estabelecimentos holandeses, apesar de ter acordado aceitar como holandeses os territórios por estes conquistados.

Vidal de Negreiros partiu de Pernambuco apoiado por populares e ricos fazendeiros e incitando à rebelião, enfrentando as fortemente apetrechadas tropas holandesas que se tinham formado no Recife, Paraíba e no Rio Grande.

O recontro terminou com uma clara vitória da pequena força portuguesa, que colheu nos despojos armas e munições de grande utilidade para a prossecução da ação de reconquista do Brasil em poder dos holandeses.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options