Skip to content

O espírito revolucionário anuncia as instituições democráticas

Em 1614, o rei Jaime I de Inglaterra declarou secamente: «Surpreende-me que os meus antepassados permitissem que uma tal instituição viesse a existir.» Essa instituição era o Parlamento, que frustrava frequentemente os intuitos do rei. Este acreditava que os reis eram designados por Deus e possuíam o «direito divino» de governar.

Como apareceram as modernas democracias ocidentais em face desta crença? A resposta assenta principalmente na Inglaterra do século XVII, que viu o rei Carlos I ser decapitado por tentativa de usurpar os poderes do Parlamento. Este período turbulento terminou em 1689, com o princípio firmemente estabelecido de que o monarca governaria juntamente com o Parlamento, não podendo lançar impostos sem o consentimento deste.

«Não à tributação sem representação» tornou-se o grito de guerra da América revolucionária, e os jovens Estados Unidos declararam a igualdade dos homens e com a independência, em 1776, incluindo as eleições na Constituição de 1787. Dois anos mais tarde, o rei Luís XVI convocou os Estados Gerais – a assembleia legislativa da França pré-revolucionária – pela primeira vez desde 1614, para aumentar os impostos e evitar a bancarrota, e acabou por ficar sem a cabeça aos gritos de «liberdade, igualdade, fraternidade».

Os princípios e slogans destes revolucionários da Inglaterra, da América e da França impulsionaram a exigência de democracia na Europa e, em finais do século XIX, poucos governantes tinham vontade ou poder para resistir. As monarquias que ignoraram o desejo de o povo escolher o próprio governo não sobreviveram muito à I Guerra Mundial, em especial as do lado vencido.

Alguns soberanos conservaram os tronos, mas cedendo poder ao povo e aos seus representantes. E é tão forte o ideal da democracia que até os regimes mais opressores têm realizado eleições, embora viciadas, para simular o apoio popular.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options