Skip to content

Final de ano 2020 em Portugal

O ano de 2020 foi o mais difícil deste século. A pandemia de COVID-19 transformou a vida dos portugueses numa reclusão e aumentou significativamente o desemprego, para níveis inimagináveis. Agora, com a vacina para o novo coronavírus já disponível, e já a ser aplicada, só nos resta esperar por um ano de 2021 melhor, o que de todo será normal.

A pandemia mostrou as suas garras em Portugal a partir de março. Abril e maio foram meses de confinamento; a partir de junho a população relaxou e passou pelo verão satisfeita com o regresso da "normalidade", mas a partir de outubro o vírus regressou em força para atormentar a mente de todos os portugueses nos últimos meses do ano. Novembro foi o mês mais difícil, com uma grande mortandade em todo o território.

A passagem de ano 2020/2021 será em confinamento. Por todo o território nacional, as gentes devem ficar em casa – é proibida a circulação nas vias públicas a partir das 23h00. Isto significa que não haverá fogos de artifício, festas populares, ajuntamentos, enfim, diversão noturna que geralmente se estende até ao nascer do sol, do dia 1 de janeiro.

O ano de 2020 foi tão mau, que só podemos mesmo agradecer pelo seu fim. O novo ano de 2021 surge como uma luz na escuridão, espalhando o seu brilho de esperança em todas as direções. A pandemia afetou gravemente a economia, e a recuperação é agora urgente. Com a vacina, podemos acreditar que o futuro será mais risonho.

O final de ano 2020 em Portugal será anormal, tendo em consideração todos os anteriores. Mesmo com o frio onipresente, já é tradição que uma boa parte dos portugueses saiam à rua para ouvir o estrondo e a iluminação dos fogos de artifício, junto às câmaras municipais, à meia-noite, brindando o nascer do novo ano com champanhe e alegria. Este ano, não será possível.

O último ano da segunda década deste século está a chegar. Que seja um ano de regresso da vida normal: do povo nos estádios de futebol, dos ajuntamentos, das aglomerações nas praias, das famílias reunidas em grande número nas épocas festivas. O ano de 2020 não deverá ser esquecido, mas sim eternamente lembrado. Ele serve como um aviso para futuras pandemias, como uma lição a tirar para que não se cometam os mesmos erros.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options