Skip to content

Bater na água assusta os tubarões?

O tubarão possui em ambas as superfícies laterais do seu corpo, desde a cabeça até à cauda, um sistema sensitivo que lhe permite detetar vibrações na água produzidas a grande distância. O bater na água para um tubarão liga-se à presença de um animal ferido ou de qualquer forma diminuído e, por conseguinte, uma presa fácil.

Jacques-Yves Cousteau, o especialista francês em questões submarinas, afirma que o fustigar a água não afasta os tubarões e que, pelo contrário, na presença destes animais, o nadador deve mover-se calma e vagarosamente e evitar qualquer mudança abrupta de posição.

Os tubarões podem também detetar sangue na água a uma distância por vezes superior a 400 metros. Na sua maior parte, os seres marinhos possuem um apurado sentido do olfato, que no tubarão é excepcional, pois uma grande parte do cérebro deste esqualo está adaptada a este objetivo.

Mediante dois órgãos extremamente sensíveis situados de ambos os lados do focinho, o tubarão é capaz de seguir um rasto e corrigir o seu curso segundo a intensidade do cheiro, desviando-se, em conformidade com esta, para a esquerda ou para a direita, como um aeroplano que segue um sinal-rádio, atingindo infalivelmente a presa.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options