Skip to content

Como atua o efeito «cocktail-party»

Mesmo por entre o ruído confuso numa festa barulhenta, ouvimos o nosso nome pronunciado no extremo da sala oposto àquele onde nos encontramos. Esta faculdade é conhecida como o efeito cocktail-party. Na realidade, porém, é apenas o som, e não o nome, que ouvimos. O ouvido transmite todos os sons que regista ao cérebro, o qual depois os interpreta.

Devido à familiaridade do nosso nome, o mecanismo seletivo do cérebro deteta o som registado, que é, consequentemente, ouvido acima dos outros ruídos. O cérebro interpreta também informações de outros órgãos sensitivos, relativamente ao que vemos, provamos e sentimos.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options