Skip to content

As cobras hipnotizam a sua presa e podem ser encantadas pela música?

Embora alguns animais se possam sentir surpreendidos ou até aterrorizados ao enfrentarem uma cobra, nenhum zoólogo aceita a ideia de que os répteis possuam poderes hipnóticos. Eventualmente a parada sexual de algumas cobras, que consiste numa oscilação rítmica do corpo, poderá ter originado a ideia de mesmerismo.

Por sua vez, o encantamento de serpentes é uma forma de hipnotismo a que a cobra é sujeita. As cobras, que têm um sentido auditivo muito limitado, apenas detetam sons de baixa frequência, pelo que não é provável que reajam à música da flauta do encantador.

As cobras-capelo, usadas pelos encantadores de serpentes hindus, reagem ao ritmo batido pelo pé do encantador, às pancadas da varinha deste no cesto ou à oscilação do corpo e da flauta. Na Birmânia, os encantadores de serpentes oscilam ritmicamente para fascinarem as cobras, que se agitam em movimentos idênticos, procurando um ponto indefeso que lhes permita atacarem.

Em outras partes do mundo, os encantadores «falam» com as suas cobras, que captam as vibrações através do solo. Mas a cobra encantada oscila por necessidade física, para manter a parte superior do corpo acima do solo. Quando pára de oscilar, desliza forçosamente para o chão.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options