Skip to content

Os morcegos são os verdadeiros vampiros

O único mamífero que se alimenta só de sangue é o vampiro da América Central e do Sul. O nome é um pouco enganador, pois não suga o sangue das vítimas depois de as ter mordido, à maneira de Drácula. Em vez disso, corta, sem provocar dor, uma nesga da pele mais ou menos do diâmetro de uma palhinha de refresco, com os seus incisivos afiados como uma lâmina. Depois lambe o sangue que escorre da ferida. A sua saliva contém um anti-coagulante que evita que o sangue da vítima seque enquanto dura a refeição.

Apreciadores de pássaros ou caça grossa

Não obstante as lendas e os filmes, os vampiros raramente atacam pessoas. Existem três espécies, duas das quais – o de asas brancas e o de pernas peludas – parece que só caçam pássaros. Os hábitos da terceira espécie, o vampiro vulgar, são melhor conhecidos. Antes da colonização, alimentavam-se do sangue de grandes animais selvagens, mas nos últimos 400 anos, com a substituição de muitas das suas presas naturais por animais domésticos, viraram as atenções para os bois, cavalos, porcos e criação.

Voando rente ao chão, pensa-se que localizam as suas vítimas com a vista, o olfacto e o sonar. Aterram perto de um animal adormecido, depois correm furtivamente para o atingir, usando os ossos das asas para se equilibrarem.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options