Skip to content

Queima do Judas em Travassô

É uma manifestação de religiosidade popular. A tradição da queima do Judas perde-se no tempo e tem um caráter simbólico de expiação dos males e de purificação através do fogo. É uma festa com origem no imaginário cristão, segundo o qual Judas entregou Jesus à morte, tornando-se por isso um traidor.

A queima do Judas não é só o queimar de um boneco de palha, mas a representação no adro da igreja de um trabalho artístico e literário. Numa rivalidade saudável, entre os lugares de cima e de baixo, explora-se o aspeto satírico, crítico e humorístico com especial incidência na vida política e social.

No final, pela meia-noite, lê-se o célebre "Testamento do Judas" que consiste em deixar uma "herança" aos jovens solteiros de Travassô (Águeda), criando-se para o efeito quadras de escárnio e maldizer, onde se ridicularizam os vícios e costumes populares.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options