Skip to content

António Feliciano de Castilho

Lisboeta nascido em 1800, no despontar do século XIX, António Feliciano de Castilho foi escritor e pedagogo, isto apesar de ter cegado aos 6 anos. Várias são as memórias que deixou em Castanheira do Vouga.

Ali viveu com o irmão – o padre Augusto Castilho –, dedicou-se à leitura e também escreveu obras como Mil e Um Mistérios. Em sua homenagem foi construída a Fonte de Castilho.

Na história da literatura lusa, é tido como um dos introdutores do romantismo em Portugal.

Trackbacks

Nenhuns Trackbacks

Comentários

Exibir comentários como Sequencial | Discussão

Nenhum comentário

Adicionar Comentários

Les adresses Email ne sont pas affichées, et sont seulement utilisées pour la communication.

Para evitar o spam por robots automatizados (spambots), agradecemos que introduza os caracteres que vê abaixo no campo de formulário para esse efeito. Certifique-se que o seu navegador gere e aceita cookies, caso contrário o seu comentário não poderá ser registado.
CAPTCHA

Form options